quinta-feira, 24 de março de 2011

Aninha e suas pedras


Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cora Coralina (Outubro, 1981)

Japão reconstrói estrada destruída por tremor em apenas 6 dias

Imagens mostram a rápida recuperação da estrada na cidade de Naka, na região de Ibaraki, atingida pelo tsunam

Após quase 10 mil mortos pelo tremor e tsunami que devastaram o país e causaram ainda um desastre nuclear na usina de Fukushima Nº1, o Japão demonstrou nesta quarta-feira uma capacidade notável de recuperação ao reparar em apenas seis dias uma cratera numa rodovia na cidade de Naka, na região de Ibaraki.
As imagens mostram as condições em que a autoestrada Great Kanto ficou após a tragédia no dia 11 de março, e como foi entregue de volta à população na noite de ontem (23), destaca o jornal britânico "Daily Mail".

As obras no local, que fica numa das regiões mais afetadas pela tragédia, começaram no dia 17 de março, e seis dias depois, na noite do dia 23, já haviam sido finalizadas.

Folha de São Paulo

------------- Podemos encontrar um tesouro nas estradas da vida


Ninguém passa por nós sem deixar algo de si
Nas estradas da vida, encontrar os tesouros...
"Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro".

Ao longo da vida, tive amigos que me defenderam na escola.

Tive também amigos que me fizeram persistir naquilo em que eu acreditava, e mesmo quando não tinha mais condições de acreditar em meus sonhos, eles me ajudaram a recomeçar e novamente a sonhar...
Tive amigos que, muitas vezes, acreditaram que eu poderia dar mais, que eu poderia ser mais, que eu poderia ser aquilo que Deus sonhou para mim.
Tive amigos especiais, os do céu e os da terra, que me ensinaram a amar. Amar com gestos concretos. Amar nos momentos ordinários da vida e nos momentos de grandes tribulações. Amar quando não se quer amar...
Tive amigos inesquecíveis que se alegraram comigo em minhas vitórias e no dia da minha angústia choraram comigo.
Tive amigos que disseram tudo, quando nem mesmo abriram a boca, mas sim pelo único fato de estarem presentes.
Tive amigos que passaram e outros que permaneceram, mas como já ensinava o pequeno príncipe: "Ninguém passa pela nossa vida e não deixa algo de si dentro de nós", cada um desses amigos são, portanto, marcas do eterno dentro de mim, o passado e o presente sempre num único instante.

Continuo percorrendo as estradas da vida, ora avançando, ora recuando, mas sempre procurando novos tesouros... Quem sabe eu o encontre por aí.



Lúcio Domício
Comunidade Canção Nova

“Hora do Planeta” deve envolver mais de um bilhão de pessoas no mundo


A Hora do Planeta 2011, ação, promovida pela WWF-Brasil, será realizada neste sábado, dia 26 de março, das 20h30 às 21h30 (horário de Brasília). Empresas, instituições públicas, universidades e residências vão se mobilizar e apagar suas luzes, como uma forma, ainda que simbólica, de alerta para a preservação de recursos naturais. A Hora do Planeta deve envolver mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo.

A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, milhões de pessoas em mais de 4.000 cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Pelo terceiro ano consecutivo no Brasil, o projeto conta com o Rio de Janeiro como a cidade-sede do movimento, que além do Cristo Redentor pretende apagar os Arcos da Lapa, orla de Copacabana, Arpoador, Igreja da Penha entre outros.

O projeto é uma ação da WWF-Brasil, organização não-governamental brasileira, dedicada à conservação da natureza, promovendo o uso racional de recursos naturais em benefício da população atual e futuras gerações.

A cidade de São Paulo também já confirmou a adesão à Hora do Planeta 2011. Participante do movimento global desde a sua primeira realização no Brasil, a cidade apagará luzes de monumentos e ícones.Participe você também!

Correio do Brasil

Físicos e religiosos



Não é incomum que muitos cientistas sejam também pessoas de fé. O que torna isso mais interessante é que eles sejam tão numerosos na área da Física. Por acaso, as pessoas de fé se sentem mais atraídas pela Física, ou existe algo na Física que faz com que o religioso ressurja nelas? Katarina Pajchel- é física e trabalha para recriar o Big Bang, essa grande explosão na qual os cientistas situam a origem do universo. Ela também é uma religiosa dominicana-, que não é exatamente uma pesquisadora comum, vê semelhanças em ambas as buscas: a da Física e a da Fé, pois ambas tentam explicar o “como” das coisas. Essa religiosa sustenta que seria muito mais difícil para um católico investigar no campo da Biotecnologia, por exemplo. E também acredita que o trabalho científico reforçou sua fé: “Não diria que na Física eu encontrei a prova da existência de Deus, mas a organização que se encontra na Natureza e sua beleza vêm reforçar a idéia que eu tenho de Deus e minha relação com ele, que é a de uma criatura com seu Criador. Essa relação foi vital para a mística Santa Catarina de Sena. A natureza é fascinante e, para mim, como crente, me fala do Criador. Enriquece minha profissão de fé e minha oração”, afirma.

Tendemos a imaginar que a fé e a ciência são entidades opostas. Mas há alguns aspectos da fé cristã que essa religiosa considere particularmente adequados para uma aproximação científica com o mundo? Segundo Katarina, “o cristianismo herdou do judaísmo a percepção laica do mundo. A natureza não é divina, mas foi criada por Deus. Deus é transcendente, é o autor da Criação, e esta reflete algo da essência divina, como a razão a ordem. Essa fé em uma ordem racional foi uma motivação importante quando comecei a me perguntar sobre a Natureza”.



IHU-Instituto Humanitas Unisinos

O Milagre de um novo dia!


Hoje eu me levantei cedo pensando no que tenho para fazer antes que o relógio marque meia noite.
Eu tenho responsabilidades para cumprir hoje.
Eu sou importante.
É minha função escolher que tipo de dia terei hoje.
Hoje eu posso reclamar porque está chovendo ou posso agradecer às águas por lavarem energias pesadas.
Hoje eu posso ficar triste por não ter muito dinheiro ou posso me sentir encorajado para administrar minhas finanças sabiamente, mantendo-me longe de desperdícios.
Hoje eu posso reclamar sobre minha saúde ou posso dar graças a Deus por estar vivo.
Hoje eu posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo que eu queria quando estava crescendo, ou posso ser grato a eles por terem permitido que eu nascesse.
Hoje eu posso lamentar decepções com amigos ou posso observar oportunidades de ter novas amizades.
Hoje eu posso reclamar por ter que trabalhar ou posso vibrar de alegria por ter um trabalho que me põe ativo.
Hoje eu posso choramingar por ter que ir à escola ou abrir minha mente com entusiasmo para novos conhecimentos.
Hoje eu posso sentir tédio com trabalho doméstico ou posso agradecer a Deus por ter dado-me a bênção de um teto que abriga meus pertences, meu corpo e minha alma.
Hoje eu posso olhar para o dia de ontem e lamentar as coisas que não saíram como eu planejei ou posso alegrar-me por ter o dia de hoje para recomeçar.
O dia de hoje está à minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar-lhe forma.
Depende de mim como será o dia de hoje diante de tudo que encontrarei.
A escolha está em minhas mãos:
Hoje eu posso enxergar minha vida vazia ou posso alegremente receber o Milagre de Um Novo Dia !

Silvia Schmidt

quarta-feira, 23 de março de 2011

O ABRAÇO


Amigo (a). Saudoso abraço.

Talvez isso seja tudo o que se quer: um abraço, um aconchego, um recanto do universo do nosso corpo a acolher alguém. Muitos de nós daríamos um reino - ou parte dele - por um abraço sincero e acolhedor. O abraço entre amigos e amores é o prenúncio do abraço derradeiro entre a terra e o céu. Nele e através dele uma espécie de redenção acontece, uma janela nova se abre, um feixe de luz entra em nossos quartos escuros.

A luz da amizade e do bem nos arranca da morte que patrocinamos em nós e nos outros quando nos recusamos a dar ou a receber um abraço redentor. Não é por outra razão que o Cristo Redentor está ali, no Rio, num abraço estratosférico, gigantesco, belo, como quê para nos ensinar que o abraço respeitoso e amoroso desfaz o mal, destelha a arrogância, desalinha a racionalidade estéril, destitui todo poder egocêntrico, devolve-nos a nós próprios numa breve entrega a outrem.

O abraço inaugura ou aprofunda a amizade. Nele e por ele pontes são construídas. Sem ele, muros são levantados, barreiras são erguidas, distâncias são postas. Por isso deveríamos, todos nós, despirmo-nos da desconfiança dos abraços dados com a simples intenção de querer o bem e de dar o bem. Deveríamos ser mais confiantes uns nos outros e, na medida do possível e das conveniências equilibradas, oferecermos nosso aconchego ou nos abrirmos a recebê-lo. Isso é o sinal fecundo de uma amizade - ao estilo de nossa cultura brasileira, tão ávida pelo recíproco bem querer.

Para não envelhecermos duros, feito a massa de bolo largada num canto, que não recebeu as doses certas de contato humano.

Deixo-lhe um abraço virtual, quisera fosse concreto. Porém, acolha-o como dom de uma amizade sincera e despretenciosa. Simplesmente.

No abraço da vida e do Pai, Autor da Vida,


Prof. Onofre Guilherme S. Filho
PUC Goiás

onofre@pucgoias.edu.br

"Relaxe" ... e viva menos




“Nossa sociedade gasta uma fortuna com dietas da moda, remédios e outras soluções passageiras que podem ajudar, mas trazem pouco ou nenhum benefício quando o objetivo é prolongar a vida”, diz Friedman. Segundo ele, uma conjunção de fatores explica a longevidade de alguns dos participantes. “A personalidade, a trajetória profissional e a vida social provaram-se altamente relevantes para a saúde a longo prazo”, afirma. Em outras palavras: para viver mais é preciso ser preocupado sem ser neurótico (teste sua personalidade no quadro abaixo), ter um trabalho instigante e desafiador, manter um bom casamento e ter amigos. Poucos e bons amigos são suficientes. Ser popular não fez ninguém ganhar anos de vida.
Cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, desenvolva um romance com a sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida.


Augusto Cury

segunda-feira, 21 de março de 2011

REFLEXÃO...


Para poder vencer, você precisa estar disposto a perder. Se passar a vida inteira com medo do fracasso, é exatamente isso que conseguirá.
A vida oferece riscos desde o momento do nascimento. Não importa onde você viva, o tipo de trabalho que tenha ou quanto dinheiro possua, sempre vão existir riscos. Não dá para escapar! Eles podem ser emocionais, físicos, financeiros ou sociais. É impossível viver sem riscos. O que temos de aprender é como fazê-los valer a pena.
Seria loucura nos arriscarmos sem a possibilidade de ganhar algo, e ainda mais se deixássemos o medo de falhar nos impedir de agir. Considere o seguinte: você chegou até aqui apesar de todos os riscos e, pelo caminho, aprendeu algumas coisas. Logo, já deve ter falhado, mas não morreu devido a isso.

Então, seja qual for seu objetivo, corra atrás dele! Viver é arriscado de qualquer forma, por isso procure os riscos que tragam as maiores recompensas. Escolha um desafio e se dedique totalmente a ele. Fique em pé, seja diferente e conquiste seus sonhos.


Bruno Adriano

Veja aí!


Amurala, elefante, não gosta de carros. E menos ainda quando eles passam no seu caminho habitual. Assim, sem nenhuma hesitação, ele se transforma no guarda de trânsito da savana e livra, ele mesmo, o caminho. O motorista do carro, um apaixonado observador da vida animal, decidira festejar o seu aniversário no parque de Pilanesberg, na África do Sul. Felizmente, ninguém saiu ferido.

Foto: Greatstock/ABACA

O poder da Língua!


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que o rapaz era inocente, ele foi solto, e, após muita humilhação resolveu processar seu vizinho (o caluniador).

No tribunal, o caluniador disse ao juiz:

- Comentários não causam tanto mal... e o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel, depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa e amanhã volte para ouvir a sentença!

O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - o vento deve tê-los espalhados por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!

Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos consertar o mal causado; se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!

Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.

No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo. Acostume-se...

Quem ama não vê defeitos... quem odeia não vê qualidades e, quem é amigo, vê as duas coisas!!!

sexta-feira, 18 de março de 2011

FOTOS PELO MUNDO >>>


Enxofre, sal e outros minerais de cor a cratera do vulcão Dallol, na Etiópia


Relâmpagos, Chicago - EUA


Centro Nacional de Artes Performáticas, Beijing - China


Relâmpagos nas Montanhas da Superstição, Arizona - EUA


As cataratas de Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil


Pantanal - Mato Grosso do Sul, Brasil

Privacidade na Internet e o “direito de ser esquecido”


Quando se trata de privacidade, a Internet há muito vem sendo uma espécie de faroeste, mas isso está começando a mudar, e as autoridades regulatórias da Europa e dos Estados Unidos começam a apertar os controles.
Dos dois lados do Atlântico, autoridades estão avaliando a maneira pela qual empresas como Facebook e Google lidam com os dados pessoais dos usuários, enquanto preparam planos sobre como proteger os internautas e ao mesmo tempo garantir o crescimento da mídia social, serviços de buscas e outros produtos de Internet em rápida expansão.

No primeiro sinal do caminho que a Europa pode estar tomando com sua regulamentação das regras de privacidade, a União Europeia anunciou esta semana que os sites de redes sociais e serviços de buscas podem enfrentar processos judiciais caso deixem de obedecer as novas regras de proteção de privacidade europeias.

Nos termos de propostas que serão detalhadas nos próximos meses para a atualização das leis de proteção de dados pessoais adotadas 16 anos atrás, a Comissão Europeia quer forçar as empresas que retêm dados a permitir que os usuários os removam dos sites, definindo o conceito como “o direito de ser esquecido”.

As empresas também teriam de prover informações sobre que dados recolheram sobre os usuários, e quais foram os motivos para isso.

- Qualquer companhia operando no mercado da União Europeia ou qualquer produto online dirigido a consumidores da União Europeia precisa cumprir as regras da União Europeia -afirmou a comissária europeia encarregada de questões de Justiça, Viviane Reding, em discurso esta semana.

- Para aplicar as leis da União Europeia, as organizações nacionais de defesa da privacidade serão dotadas de poderes para investigar e iniciar processos judiciais contra controladores de dados sediados fora do território europeu – acrescentou.

Reding disse ainda que as organizações europeias de defesa de privacidade deveriam ter até mesmo poderes para fiscalizar o cumprimento de suas normas fora da União Europeia, o que poderia incluir acesso a servidores e outras fontes de dados nos EUA.


Correio do Brasil

quinta-feira, 17 de março de 2011

2011, ano de Jornada Mundial da Juventude em Madri, Espanha


2011, ano da 26º Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Jovens de todo o mundo se preparam para este incrível momento de encontro com Cristo e desta grande celebração da fraternidade universal dos jovens.

Espera-se que Madri, sede da 26º JMJ, receba 2,5 milhões de jovens vindos dos cincos continentes. Dentre esses 2,5 milhões, por volta de 20 mil brasileiros - de todas as regiões de nosso enorme país - são esperados para junto com a juventude de todo o mundo celebrar que também estamos " enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé".

Muitos desses jovens estão se reunindo nos distintos rincões do Brasil e aí trabalhando duro, das mais distintas formas, para conseguir angariar fundos necessários para se encontrar com Cristo, com o papa Bento XVI e toda a juventude que estará em Madri.

Entretanto, além de todos os esforços materiais, devemos nos preocupar com a nossa formação espiritual.

A JMJ quer sim mostrar que sua alegria e espírito fraternal característico surge do encontro pessoal com Cristo e da presença de seu vigário junto a juventude.

Por isso, o Setor Juventude e o Setor Universidades da CNBB, em conjunto, reuniu uma equipe de jovens vindos de distintas realidades do Brasil, de distintos carismas e formou uma equipe que lançou ao Brasil, no último dia 27 de Janeiro, um material que tem como finalidade auxiliar a formação espiritual daqueles que irão a Madri, mas também daqueles que não poderão ir e que desde aqui celebrarão em suas realidades, unidos na oração, a JMJ Madri 2011.

Este 1º material de formação, que faz parte de uma série denominada "Coleção Jornada Mundial da Juventude Brasil" vem para mostrar à juventude brasileira a riqueza que a JMJ é para todos nós.

"Vós, jovens, não sois apenas o futuro da Igreja e da humanidade, como uma espécie de fuga do presente. Pelo contrário: vós sois o presente jovem da Igreja e da humanidade. Sois seu rosto jovem. A Igreja precisa de vós, como jovens, para manifestar ao mundo o rosto de Jesus Cristo, que se desenha na comunidade cristã. Sem o rosto jovem a Igreja se apresentaria desfigurada." (Papa Bento XVI aos jovens no encontro no Pacaembu, São Paulo, em 10 de maio de 2007)


Leonardo C. Cavalcante
Colaborador do Setor Universidades - CNBB

Site Oficial JMJ: www.madrid11.com/pt

Himno oficial - JMJ 2011 - Official Hymn

Marcada a data da decisão europeia sobre o crucifixo


Está programada para 18 de março a decisão final sobre o chamado "caso Lautsi" contra a presença de crucifixos nas salas de aula italianas. A questão – refere a agência Sir - foi levantada pela Sra. Lautsi, uma cidadã italiana de origem finlandesa que em 2006 apresentou uma queixa no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo.

Na primeira sentença, emitida em 3 de novembro de 2009, a presença do crucifixo foi considerada prejudicial à liberdade de educação e de religião. O processo foi então devolvido no último dia 28 de janeiro de 2010 ao Supremo Tribunal para um novo exame, a pedido do Governo italiano.

Em 30 de junho do ano passado, os juízes do Supremo Tribunal ouviram as partes interessadas e receberam os depoimentos apresentados por "partes terceiras" (cerca de dez governos nacionais, um grupo de euro-deputados, algumas associações e ONG). A decisão de 18 de março será definitiva e irrecorrível. Sobre a sua implementação será responsável o Comitê de Ministros, máximo órgão do Conselho da Europa.



Fonte: Rádio Vaticano

DICAS DE LEITURA >>>>>


Livro - 1808 - Laurentino Gomes

A fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas, escravidão formaram o caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua instalação no Brasil. O propósito deste maravilhoso livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte lusitana no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. Escrita por um dos mais influentes jornalistas da atualidade, 1808 é o relato real e definitivo sobre um dos principais momentos da história brasileira.Editora Planeta.408pág.2007.Brasil

quarta-feira, 16 de março de 2011

FOTOS DE TIRAR O FÔLEGO


Refúgio Nacional da Vida Selvagem no Bosque de Apache, Novo México


Floresta de faias, Alemanha


Praia de Ipanema, Rio de Janeiro


Lago do Céu (Namsto Lake), no Tibete



Ponte Golden Gate, em São Francisco - USA


Bela paisagem, geada ao pôr do sol em Alberta, Canadá


Ponte Sant' Angelo - Roma


Árvores Baobab, Madagascar



Canyon de gelo, Gronelândia


Uma cena mágica da Ponte Lions Gate, através do nevoeiro - Vancouver/Canadá

O anfíbio mexicano axolote (Ambystoma mexicanum) está ganhando atenção especial do mundo científico por sua espetacular capacidade de regeneração. Quando perde algum de seus membros ou um órgão não vital, seja em acidente ou pelo ataque de um animal, o sangramento para em poucos segundos e rapidamente as partes perdidas voltam a crescer. Os cientistas querem entender como funciona esse fenômeno, para poder aplicá-lo na medicina humana.

De acordo com a cientista Christina Allmeling, do Centro de Biorregeneração da Faculdade de Medicina de Hannover, na Alemanha, além de realizar pesquisas com esse tipo de salamandra, o objetivo também é garantir sua preservação. Devido ao aumento da poluição em seu país de origem, o México, a espécie está ameaçada de extinção. Em aquários adaptados, no centro científico de Hannover, vivem cerca de 120 desses animais de apenas 20 centímetros de comprimento, que passam toda a vida sob a água.

Para saber o que acontece no organismo do axolote quando seus membros voltam a crescer, os cientistas os anestesiam e amputam alguma parte. Para sua pesquisa de doutorado, o cirurgião plástico Björn Menger já realizou esse procedimento quase 300 vezes, mas ainda se surpreende com a rapidez com que o sangramento cessa.

– Em poucas horas forma-se um tecido que estanca a ferida, explica a doutora Kerstin Reimers-Fadhlaoui. Este tecido do anfíbio tem efeito regenerador. Uma perna amputada, por exemplo, volta a crescer em algumas semanas. Em culturas de células pode-se analisar melhor o processo, e sabe-se que o sistema imunológico é muito importante na regeneração.

Processos de regeneração já são conhecidos em peixes. Mas, sendo um quadrúpede vertebrado, o axolote – ou axolotl, nome que significa monstro d’água na língua asteca náuatle – está geneticamente muito mais próximo do ser humano.

Daí, a esperança de que essa propriedade de regeneração possa ser usada para os humanos. Na opinião do cirurgião Menger, este seria um enorme avanço: – Ajudaria muito, por exemplo, na reconstituição de grandes perdas de tecido epitelial ou ósseo, estima.

Os cientistas esperam chegar a medicamentos que reproduzam essa propriedade do anfíbio. E um dia, quem sabe, conseguirão acelerar a cura de um paciente que tenha perdido algum membro em acidente. – Nosso sonho é aumentar a capacidade de regeneração do ser humano e, quem sabe um dia, fazer com que ele também consiga regenerar seus próprios membros, como o axolote, afirma Reimers-Fadhlaoui.

Correio do Brasil

Tecnologia está atrapalhando o sono


A dependência de televisores, telefones celulares e laptops pode estar custando caro aos norte-americanos na hora ir para a cama.

A tendência nacional de assistir TV, jogar videogame ou checar emails e mensagens de texto até a hora de ir dormir pode estar interferindo no sono da população.

– Infelizmente, os celulares e computadores, que tornam a nossa vida mais produtiva e agradável, podem ser usados de forma abusiva, a ponto de contribuírem para que se durma menos à noite, deixando milhões de norte-americanos funcionando mal no dia seguinte –, disse em nota Russell Rosenberg, vice-presidente da Fundação Nacional do Sono (NSF), com sede em Washington.

Quase 95% das pessoas ouvidas num estudo da NSF disseram usar algum tipo de equipamento eletrônico uma hora antes de ir para a cama, e cerca de dois terços admitiram que não dormem o suficiente durante a semana.

Charles Czeisler, da Escola Médica de Harvard e do Hospital Brigham and Women’s, de Boston, disse que a exposição à luz artificial antes de dormir pode aumentar a vigilância e suprimir a liberação da melatonina, um hormônio que induz ao sono.

– A tecnologia invadiu o quarto de dormir –, disse Czeisler numa entrevista. Isso “pode contribuir para a elevada percentagem de entrevistados que afirmaram dormir rotineiramente menos do que eles precisam.”

Os “baby boomers” (geração que tem hoje de 46 a 64 anos) são os mais propensos a abusarem da TV antes de dormir, enquanto mais de um terço dos adolescentes de 13 a 18 anos e 28 por cento dos jovens de 19 a 29 anos joga videogames antes de deitar. Além disso, 61 por cento também relataram ter usado seu computador ou laptop pelo menos algumas noites por semana.

E a propensão a ficar conectado faz com que, mesmo conseguindo adormecer, as pessoas acabem sendo acordadas por celulares, mensagens de texto ou emails durante a noite.

– Uma em cada dez crianças relata estar sendo despertada por mensagens depois de irem para a cama. As pessoas não desligam seus Blackberries –, disse Czeisler, acrescentando que grande parte disso está acontecendo à custa de horas de sono.

Os adolescentes da “Geração Z” (13 a 18 anos) são o grupo mais privado de sono -22% deles se consideram “sonolentos”, contra apenas 9 por cento dos “baby boomers.”

Especialistas em sono recomendam que os adolescentes durmam 9 horas e 15 minutos por noite, mas os adolescentes ouvidos no estudo dormiam em média 7 horas e 26 minutos nas noites durante a semana.

– Fico mais preocupado com o pouco sono dos jovens de 13 a 18 anos –, disse Czeisler.

– A garotada hoje em dia dorme uma hora e meia a menos por noite do que há um século –, disse Czeisler.

A insuficiência de sono está afetando negativamente o trabalho, o humor, a família, o jeito de dirigir, a vida sexual e a saúde dos norte-americanos, segundo a NSF.

Todos os grupos etários enfrentam isso consumindo bebidas cafeinadas – em média três copos grandes (350 mililitros) por dia – e tirando cochilos diurnos, às vezes mais de um por dia.

– Os pais deveriam tirar essas tecnologias do quarto dos seus filhos se quiserem que eles tenham um bom desempenho na escola –, disse Czeisler.

Correio do Brasil

terça-feira, 15 de março de 2011

Terremoto no Japão destrói ninhos de tartarugas em Galápagos

Três parques turísticos das ilhas Galápagos, no Pacífico equatoriano, foram afetadas pelas ondulações produzidas pelo terremoto e tsunami que atingiram o Japão na sexta-feira (11), informou neste domingo a administração da reserva.
Dois deles se localizam na ilha de San Cristóbal e o terceiro na de Santa Cruz, segundo nota preliminar da direção do Parque Nacional de Galápagos.
O informe indica que nessas localidades as praias foram cobertas pelo aumento do nível do mar.
Segundo esse balanço, em El Garrapatero (Santa Cruz), "uma rachadura uniu o mar com uma lagoa de flamingos", que servia também como área de nidificação de tartarugas marinhas. Os ninhos foram destruídos pelas ondas.
No entando, as tartarugas de um centro de reprodução em Santa Cruz e outras espécies haviam sido removidas na última sexta-feira para áreas mais altas da reserva.
Em Santa Cruz, a água adentrou cerca de 400 m pela terra, gerando inundações e danos.
Situado a 1.000 km a oeste da costa do Equador, o arquipélago é composto por 13 ilhas principais, além de 17 ilhotas.
Galápagos foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade há três décadas por sua rica fauna e flora terrestre e marítima, e em 28 de julho de 2010 a Unesco decidiu retirar o arquipélago da lista de reservas em perigo, em que estava desde 2007.


Folha de São Paulo

Pessoas felizes tuitam juntas, indica estudo


Como diz o velho ditado, "cada qual com seu igual" --e isso parece ser verdade mesmo quanto se tuita. Cientistas que fizeram estudos com milhões de tuítes no serviço de microblogs Twitter disseram ter descoberto que pessoas mais felizes tendem a tuitar juntas, assim como pessoas que são menos felizes, com poucos tuítes ligando os felizes aos infelizes.

Os cientistas sociais sabem há muito que as redes sociais possuem tendência a um caráter mais "agrupado" --pessoas são mais propensas a ter amigos cujas idade, nacionalidade, etnia e educação sejam similares, e que têm menos inclinação para estarem ligadas a pessoas que são diferentes.

Johan Bollen, psicólogo da Universidade de Indiana, e colegas queriam saber se essa premissa podia se estender a uma rede on-line como o Twitter, e se isso também era verdade para níveis de felicidade.

A fim de descobrir isso, eles rastrearam 102 mil usuários do Twitter por mais de seis meses, analisando as mensagens de 140 caracteres ou menos de 129 milhões de tuítes, sob técnicas padrão da psicologia.

Especificamente, eles mediram o conteúdo emocional dos tuítes, refletido na presença de palavras positivas ou negativas de um léxico previamente estabelecido pelo corpo de psicólogos. Disso, eles puderam avaliar o "bem-estar subjetivo" dos usuários por meio dos seus tuítes.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas mais felizes --aquelas que registraram um alto bem-estar subjetivo-- tendem a tuitar e receber tuítes de pessoas que também eram felizes. O mesmo era válido para aqueles que eram menos felizes.

"O que acontece é que os usuários do Twitter são preferencialmente ligados àqueles com quem compartilham o mesmo nível de felicidade geral", disse Bollen.

Ele admite que os pesquisadores não sabem ainda por que isso é verdade. Pessoas felizes ou infelizes podem simplesmente buscar por outras pessoas, expressando emoções similares entre si. Ou, sugere Bollen, pode ser que emoções expressas, mesmo em tuítes curtos, tenham uma qualidade contagiante, melhorando o espírito das pessoas ou enchendo-as de tristeza, dependendo do que elas leem.

Folha de São Paulo

FOTO DO DIA >>>>


O astro canadense Justin Bieber posa para foto com sua estátua de cera, revelada hoje no museu Madame Tussaud, em Londres

Carl Court/AFP

domingo, 13 de março de 2011

"A liberdade de cada evangelista para narrar a figura de Jesus é o símbolo da liberdade a qual todo cristão é chamado para viver a sua mensagem."

Vito Mancuso - teólogo italiano

sexta-feira, 11 de março de 2011

Universidades brasileiras não aparecem na lista de melhores


O Brasil não tem nenhuma instituição de ensino superior entre as 100 mais bem avaliadas no mundo. Na liderança do ranking divulgado nesta quinta-feira pela THE (Times Higher Education), principal referência no campo das avaliações de universidades, aparece a norte-americana Harvard.
Os Estados Unidos são o grande destaque, com sete universidades entre as dez primeiras e 45 entre as 100.
Em seguida vem o Reino Unido, com duas entre as dez primeiras – Oxford e Cambridge – e 12 no total.
A Rússia aparece com a Universidade Lomonosov, de Moscou, na 33ª posição. A China tem cinco universidades no ranking (duas em Hong Kong e uma em Taiwan). A melhor é a Tsinghua, de Pequim, no 35º lugar. O Instituto Indiano de Ciência está na 91ª colocação.
A surpresa é a Universidade de Tóquio, que aparece na oitava posição. No ranking geral, ela está no 26º lugar.
Fora o Reino Unido, a Europa não aparece bem no ranking. A universidade suíça mais bem colocada está em 24º lugar. A alemã, em 48º. Nenhuma francesa está entre as 50 primeiras. Itália, Espanha e Portugal não figuram no ranking.
Mais de 13 mil acadêmicos de 131 países foram consultados para a elaboração da lista das universidades com melhor reputação.

Correio do Brasil

quinta-feira, 10 de março de 2011

IMAGEM DO DIA >>>


Mulher brinca na cidade de Strumica, na Macedônia, durante festival que marca o início da Quaresma

Livro de Bento XVI chega às livrarias

Capa do segundo livro do papa Bento 16, "Jesus de Nazaré", que chega às livrarias nesta quinta

O papa Bento 16 vetou a imagem de um Jesus Cristo politizado e revolucionário em seu novo livro, lançado nesta quinta-feira em sete idiomas e no qual absolve os judeus como responsáveis pela morte do filho de Deus.

O segundo volume do livro do papa sobre a vida de Cristo, "Jesus de Nazaré - Da entrada em Jerusalém até a Ressurreição", tem um profundo conteúdo teológico e, em seu prefácio, Bento 16 precisa que "não se trata de um documento de magistério" --portanto, infalível--, e sim um "percurso pessoal interior na busca do rosto de Deus".

A nova obra, de mais de 300 páginas, espera ser um êxito editorial como foi o primeiro volume, que, em 2007, ficou entre os mais vendidos.

Os livros do papa geralmente viram fenômenos editoriais e recentemente o Vaticano informou que quase um milhão de exemplares do livro de entrevistas "Luz do mundo" já foram vendidos.

"Desejo apresentar 'a figura e a mensagem' de Jesus. Exagerando um pouco, queria descobrir o Jesus real", escreveu Bento 16, um reconhecido teólogo.

Em trechos que foram divulgados na semana passada, o papa reafirmou que o povo judeu não era responsável pela morte de Cristo, tese também reconhecida por Israel e por movimentos judaicos.

O papa também rejeita a ideia de que Jesus tenha sido um "político revolucionário".

"Cristo não veio como destruidor, não chegou com a espada do revolucionário. Veio com o dom de curar [...] Ele nos mostra Deus como alguém que nos ama e seu poder é o amor", escreve o papa, segundo uma tradução livre baseada na versão em italiano.

"Não, a subversão violenta, o assassinato de outros em nome de Deus não correspondia a seu modo de ser", enfatiza.

TRAIDOR

No terceiro capítulo, dos nove que formam a obra, intitulado "Da lavagem dos pés", Bento 16 desenvolve o "mistério do traidor" e analisa a figura de Judas Iscariotes.

O papa-teólogo recorda que "Jesus teve de experimentar a incompreensão, a infidelidade na intimidade de seus amigos" para poder "cumprir as Escrituras", já que "Ele mesmo alude a seu destino através das Escrituras, que inserem Jesus na lógica de Deus, na lógica da história da salvação."

"Ele carregou sobre si a traição de todos os tempos e experimentou o sofrimento de ter sido traído, suportando assim até o final as misérias da história", escreve o pontífice.

O livro também aborda a relação com a política e a violência religiosa, uma das maiores preocupações de seu pontificado devido aos crescentes ataques contra cristãos no mundo muçulmano.

"Não é acaso verdade que as maiores ditaduras se mantiveram graças à força da mentira ideológica e que só a verdade é aquela que concede a libertação?", questiona.

Para Bento 16, as "consequências terríveis da violência religiosa podem ser vistas ante nossos olhos", por isso chama esta violência de "instrumento do anticristo".

"Não serve à humanidade e sim à desumanidade", conclui.

Joseph Ratzinger começou a escrever esta série quando ainda era cardeal e prefeito da Congregação pela Doutrina da Fé, órgão do Vaticano encarregado de garantir a manutenção do dogma católico.

O segundo volume do livro "Jesus de Nazaré" tem uma 1,2 milhão de exemplares em sete idiomas, alemão, italiano, inglês, francês, espanhol, português e polonês.

Folha de São Paulo

Viva Arapiraca acontece entre os dias 17 e 20 de março



Hoje Arapiraca é considerada umas das 20 cidades que mais cresce em todo país, sendo inclusive destaque nacional por seu desenvolvimento Com esse e muitos outros motivos para comemorar- a Prefeitura irá lançar o " Viva Arapiraca ". Nele, o principal objetivo é integrar toda a população arapiraquense em um só pensamento: brindar as grandes conquistas de nossa cidade.

Para o lançamento do " Viva Arapiraca" , foi preparada uma grande programação cultural e social. O mega evento irá acontecer entre os dias 17 e 20 de março. O palco da festa será o Lago da Perucaba- cartão postal de Alagoas e que comemora dois anos de aniversário.

Após a festa de lançamento o " Viva Arapiraca" irá percorrer, nos finais de semana, bairros e comunidades levando diversão, lazer, programas culturais, ações de saúde e educação, além de campanhas de cidadania, educação de trânsito, entre outros.

Na quinta (17), a festa acontece com muito pop rock das bandas locais: Gato Negro, Guilhotina, Arranha Céus e do som alternativo do Alagoano, Wado na estrutura do Lago da Perucaba.

Na sexta (18), será a vez do lançamento oficial do evento, com a apresentação da banda Skank. Uma noite para sacudir a cidade, relembrando 2009, quando a banda Capital Inicial reuniu cerca de 20 mil pessoas na festa de lançamento do Lago. A grande noite ainda conta com a participação da banda Metamorfose.

Para o sábado (19) , quatro bandas alagoanas irão se apresentar: Los Borrachos, com um estilo diferente e humorado de cantar brega. Na seqüência o pagode do grupo Gingado; Rock do Cantor João Felipe e o axé da Banda Duharém.

O último dia do " Viva Arapiraca" , começa mais cedo, às 16 horas, com uma celebração Eucarística presidida por Padre Robson, do santuário do Divino Pai Eterno, que será transmitido -ao vivo- para todo o Brasil pela Rede Vida. A seguir, será a vez da Orquestra da Ufal com um repertório clássico que promete emocionar a platéia.

Sarkozy: A França deve compartilhar sua magnífica herança cristã, “sem complexos nem falso pudor”


O Presidente da França, Nicolas Sarkozy, assinalou que a França tem o dever de compartilhar com todos, “sem complexos nem falso pudor” a “magnífica herança cristã” que se manifesta na civilização, na história e na cultura do país.
Em seu discurso na quinta-feira 2 de março em Le-Puy-en Velay, na localidade de Haute-Loire no centro da França, uma das etapas francesas onde se origina a peregrinação para o Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), o mandatário visitou a Catedral, o batistério e algumas instalações próximas no marco do projeto de reconstrução do patrimônio nacional francês, que já foi iniciado.

Depois da visita e em seu discurso de meia hora, o mandatário falou primeiro sobre a alegria que experimentava ante a “majestade sorridente” e a beleza dos lugares no caminho para Puy-en Valey, marcados pela herança cristã de séculos de história aonde também se aprecia “um formidável caminho espiritual para o Céu”.

Para Sarkozy, cada uma das cidades da França “não seria hoje o que são aos olhos dos franceses e aos olhos do resto do mundo sem suas catedrais ao redor das quais convergem sempre fiéis e turistas”.

“Esta herança nos obriga. Esta herança é uma oportunidade, mas acima de tudo um dever. Estamos obrigados por esta herança. Obriga-nos porque não somente devemos transmiti-la às gerações que nos sucederão mas devemos assumir esta herança sem complexos e sem falso pudor”.

Ao falar do dever de proteger o patrimônio nacional, o presidente Sarkozy disse que esta tarefa procura “defender os sinais tangíveis de nossa identidade” já que em um país que carece dela “tampouco há diversidade”.

Proteger o patrimônio, disse logo, “é resistir, queridos compatriotas, à ditadura do presente, à ditadura do imediato e, diria, à ditadura do intercambiável onde tudo vale o mesmo e nada é mais valioso”.

“A partir deste ano terão início outros projetos, como o da abadia de Clairvaux (Claraval), outro lugar excepcional e testemunho vivo da contribuição da Cristandade à nossa civilização. Ao dizer isto não faço mais que recordar uma evidência: o aporte da cristandade à nossa civilização”.

Sarkozy assinalou logo que embora ninguém seja prisioneiro da história, “sempre é perigoso amputar a memória”.
“Se renunciarmos a transmitir a herança, se existir a tentação de não transmitir nada, não nos lamentemos pelos resultados, mas se a ambição é transmitir muito, o resultado nos surpreenderá”.

O presidente da França ressaltou logo que “a Cristandade nos deixou uma magnífica herança de civilização e de cultura: os presidentes de uma república laica. Posso dizer isto, porque é a verdade. Não faço proselitismo, mas simplesmente observo a história do nosso país”.

Blog Carmadélio

DICAS PARA UMA VIDA FELIZ


Dicas, simples e práticas, do psiquiatra e escritor Roberto Shinyashiki, para aproveitarmos melhor a nossa vida. Excelente!

1- Curta mais a sua companhia. Aprenda a viver feliz mesmo sozinho. Convide um amigo para ir ao cinema, mas, se não encontrar alguém disponível, vá com a pessoa mais fascinante do mundo: você mesmo.

2- Tenha alto astral. As pessoas competentes são aquelas que conseguem manter uma postura positiva mesmo nos momentos mais difíceis.

3- Invista em você todos os dias. Nós somos arquitetos da nossa personalidade. Quando a pessoa nasce, Deus lhe dá um potencial infinito que poucas aproveitam.

4- Celebre as vitórias. Compartilhe seu sucesso com pessoas queridas. Mesmo as pequenas conquistas devem ser celebradas com alegria. Grite, chore, encha-se de energia para os próximos desafios.

5- Tenha uma vida espiritual. Conversar com Deus é o máximo, especialmente, para agradecer as dádivas recebidas. Mantenha o hábito de rezar antes de dormir, é bom para o sono e melhor ainda para a alma. A oração e a meditação são forças de inspiração.

6- Crie tempo para as pessoas importantes da vida. Filhos, esposas, maridos, pais e irmãos são as pessoas que vão estar com você nos melhores e piores momentos da sua vida.

Autoria: Roberto Shinyashiki
Fonte: http://shinyashiki.uol.com.br/

CF 2011 - “A criação geme em dores de parto” (Rm 8,22)


Tema e história

O lema da CF 2011 é retirado de uma das várias cartas escritas por São Paulo, que possui uma “visão cósmica da salvação”, conforme explica o secretário-geral da CNBB.

“Para Paulo, a salvação não é assunto referente apenas às almas, nem somente aos cristãos, é algo que diz respeito à humanidade toda. Mais ainda, a todo o universo. Jesus é o mediador de uma nova e eterna aliança que tem repercussões cósmicas. Nesse sentido, Paulo lembra que a criação inteira ainda aguarda sua plenitude, que realiza-se em Cristo, porque n’Ele todas as coisas foram feitas”, salienta o bispo.

Nessa perspectiva, o ser humano precisa assumir seu papel de cocriador na criação, enquanto administrador de tudo o que foi criado por Deus.

“As Campanhas anteriores tiveram um foco bem saliente nos sofredores e pobres, necessitados, e é importante que seja assim. No entanto, o foco agora se alarga para pensar na vida do planeta como tal. Afinal de contas, nem pobres ou ricos sobreviverão se o planeta for destruído”, pondera Dom Dimas.

Acerca da noção de desenvolvimento sustentável, o secretário-geral adverte que todos querem desenvolvimento, mas é preciso buscá-lo com responsabilidade. “Muitos países estão pouco interessados com o futuro e investem em processos contra o meio ambiente. Isso é irresponsável, pois o que está em jogo não é a vida da geração de hoje somente, mas das gerações futuras, ameaçadas quando iniciativas públicas não são feitas com responsabilidade”.

A preocupação com ecologia é presença de longa data nas CF’s. Já em 1979 acontecia a primeira Campanha com viés ecológico, com o tema “Por um mundo mais humano” e o lema “Preserve o que é de todos”. Após, houve outras campanhas com a presença do tema ecológico, como “Fraternidade e Água” (2004) e “Fraternidade e Amazônia” (2007), por exemplo.

Blog Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho

sexta-feira, 4 de março de 2011

As mulheres mais poderosas da história




No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, uma seleção com aquelas que governaram com mãos de ferro - e fizeram muito macho tremer
por Bárbara Ragov


10. Maria Stuart
País que governou - Escócia
Período - 1542-1567
Essa teve de brigar muito para se manter no poder. Entronada com apenas uma semana de idade, casou-se com Francisco II e reinou na França ao seu lado. Quando ele morreu, ela levou a culpa e fugiu para a Escócia. Assumiu o país e passou a lutar contra a prima, Elizabeth I, rainha da Inglaterra. Casou-se mais duas vezes (a segunda, com o suposto assassino do marido anterior). Perseguida pela nobreza, foi presa e fugiu de novo - para a Inglaterra, onde foi condenada à morte

9. Margaret Thatcher
País que governou - Inglaterra
Período - 1979-1990
Foi a única a se tornar primeira-ministra no país. Apelidada de "Dama de Ferro" e adepta de medidas drásticas, tentou combater a inflação com menos intervenção do Estado na economia - mas, quanto mais ela endurecia, maior ficava a crise. Em três anos de governo, o desemprego triplicou e bancos quebraram. Suportou ainda a Guerra das Malvinas, em 1982, e um ataque terrorista em 1984

8. Cleópatra
País que governou - Egito
Período - 51 a.C.-30 a.C.
Sua suposta beleza é pura invenção (veja na pág. 18), mas a capacidade de seduzir, não. A rainha do Nilo aprendeu cedo a dividir a cama (e o trono) com quem lhe garantisse poder - inclusive o próprio irmão. Chegou a se mudar para Roma para viver com Júlio César e, depois que ele foi assassinado, envolveu-se com Marco Antônio, outro líder romano. Matou-se com uma picada de víbora aos 39 anos, quando percebeu que não seria capaz de seduzir Otávio, o próximo que poderia lhe ajudar a defender o Egito do total controle romano

7. Catarina de Médici
País que governou - Florença, na Itália, e França
Período - 1547-1559
Filha do duque Lorenzo de Médici e sobrinha do papa Clemente VI, casou-se com Henrique II, que levou o trono francês após a morte do irmão.Até falecer, em 1589, Catarina regeu à sombra dos filhos, enquanto eles não completavam a maioridade. Foi tempo suficiente para causar vários conflitos religiosos - entre eles, o histórico massacre da noite de São Bartolomeu, em 1572

6. Wu Zetian
País que governou - China
Período - 625-705
A única mulher a se tornar imperatriz na China nasceu em berço aristocrático, mas teve de se virar para chegar ao topo. Aos 13 anos, tornou-se concubina do imperador Taizong e, depois, envolveu-se com o filho dele, Gaozong. Há quem diga que, após a morte de Gaozong, ela teria matado os próprios filhos, herdeiros legítimos do trono, para chegar ao poder. Uma vez no comando, as intrigas foram trocadas por uma política de abertura: escolheu intelectuais como conselheiros, incentivou a agricultura, reduziu taxas e diminuiu o exército

5. Ana Bolena
País que governou - Inglaterra
Período - 1533-1536
A amante do rei Henrique VIII teve uma passagem curta pela monarquia inglesa, mas balançou as estruturas. Disposto a tudo para ficar com ela, com uma canetada só Henrique "inventou" uma nova igreja (a anglicana, que permitia o divórcio) e causou a cisão definitiva entre a Inglaterra, o papa e o resto da Europa. Ana reinaria por apenas mil dias e terminaria presa na Torre de Londres, acusada de traição e adultério

4. Catarina, a Grande
País que governou - Rússia
Período - 1762-1796
Encantado com a Prússia (hoje Alemanha), o czar Pedro III foi passar uma temporada por lá, meros seis meses após ser coroado. Bobeou: acabou sofrendo um "golpe sem sangue" que o derrubou e colocou sua esposa, de origem alemã, no controle. Culta, amiga de pensadores como Voltaire e Diderot, Catarina confabulou para se manter no trono até seu filho atingir a maioridade. Mas, nesse período, a sociedade russa viu suas desigualdades sociais se aprofundarem bastante

3. Maria Teresa
País que governou - Áustria
Período - 1740-1780
Integrante da família Habsburgo, assumiu o vasto Sacro Império Romano-Germânico após a morte do pai, Carlos VI. Mas segurou um rojão: Inglaterra, Espanha e França não reconheciam uma mulher no poder e lançaram guerras contra ela. Maria Teresa foi tolerante com os católicos ortodoxos, reforçou o exército e, sobretudo, fez os filhos se casarem com o que havia de melhor na nobreza europeia

2. Elizabeth I
País que governou - Inglaterra
Período - 1558-1603
Filha de Henrique VIII e Ana Bolena, foi a última integrante da dinastia Tudor no comando do país. E encarou com firmeza dois grandes rivais: o rei Felipe II, da Espanha, que abriu guerra à Inglaterra com sua lendária esquadra marinha, a Invencível Armada, e sua prima, Maria Stuart, rainha da Escócia, que queria derrubá-la. Considerada um símbolo nacional de pureza e visão política, Elizabeth foi também foi uma grande patrocinadora das artes. Fez florescer o chamado "teatro elisabetano" - cujo maior nome foi William Shakespeare

1. Vitória
Países que governou - Inglaterra, Irlanda e Índia
Período - 1837-1901
Nunca houve um nome mais apropriado. Vitória teve o maior reinado que a Inglaterra já viu, num dos melhores períodos do país, e, no final do século 19, tornou-se, por expansão colonialista, também imperatriz da Índia. Subiu ao trono aos 18 anos por ser a única herdeira da família e, pouco depois, casou-se com o primo, o príncipe Albert. Entre seus grandes feitos, liderou a corrida às colônias africanas e asiáticas, forçou a abertura dos portos nas Américas (para vender produtos industrializados ingleses) e apoiou o fim da escravidão. Em seu reinado, a Inglaterra tomou o lugar da França como símbolo máximo de modernidade e de elegância


• O critério para montar o ranking foi a influência e o poder dos países governados na época em que elas estavam no comando

• Seriam as mulheres mais benquistas que os homens? Com exceção de Maria Stuart, nenhuma dessas regentes foi deposta

Mundo Estranho